Passar para o conteúdo principal

Empreendedorismo no sector do turismo rural para jovens com diversidade funcional

Logo ERSTYD

O projeto “Empreendedorismo no sector do turismo rural para jovens com diversidade funcional” (ERTSYD) visa fornecer informação sobre as possibilidades de desenvolvimento de negócios próprios para jovens com diversidade funcional vivendo em áreas rurais; promover a sua integração social e elevar a sua autoestima, a fim de melhorar a sua situação socioeconómica. O projeto é implementado por seis países - três da União Europeia (Letónia, Polónia, Portugal) e três países da Parceria Oriental (Geórgia, Moldávia, Ucrânia), que desenvolverão as suas capacidades através da cooperação internacional e de uma série de atividades planeadas, tais como formação e intercâmbio de jovens. Os parceiros do projeto prepararão, de forma colaborativa, um programa de capacitação que será transferido a outros trabalhadores da juventude em seus países para aumentar o impacto social e a visibilidade das suas organizações. Os objetivos do projeto incluem: organização de três cursos de formação para trabalhadores da juventude e um intercâmbio de jovens que incluiu pessoas com diversidade funcional; elaboração e divulgação de um Manual sobre hospitalidade e prestação de serviços para pessoas com diversidade funcional no setor de turismo rural; estabelecer relações estreitas de colaboração entre os participantes do projeto e transferir base de conhecimento para estabelecimentos de ensino que formam alunos nos setores de turismo rural, restauração e hospitalidade; realização de campanhas promocionais e de advocacia que incentivem jovens com diversidade funcional a trabalhar no setor de turismo rural.

Um mapa interativo preparado para o projeto, com alojamentos rurais acessíveis para turistas com diversidade funcional e descrições das mesmas, será usado para disseminar informações precisas sobre este tipo de serviços. Este projeto inovador trará mudanças sociais, através da capacitação de grupos sociais especialmente marginalizados, e será uma contribuição valiosa para a implementação prática da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (Diversidade Funcional), respondendo aos objetivos do Ano das Nações Unidas para o Turismo Sustentável.

Projeto número: 589878-EPP -1-2017-1-UA-EPPKA2-CBY-EP-PE